Artemis I: Nasa fará 2ª tentativa de lançar foguete à Lua no sábado (3)

A decolagem precisou ser adiada porque os motores RS-25 do foguete Space Launch System apresentaram falha no resfriamento

Por Caroline Berticelli

- Anúncios -

Após enfrentar problemas nos motores e precisar adiar o lançamento da missão Artemis I na última segunda-feira (29), a Agência Espacial Norte-Americana (Nasa) anunciou que a nova data para enviar o foguete Space Launch System (SLS) e a capsula Orion ao espaço é no próximo sábado (3). 

“A Nasa terá como alvo sábado, 3 de setembro às 14h17 EDT, o início de uma janela de 2 horas, para o lançamento do Artemis I , o primeiro teste integrado da espaçonave Orion da NASA, foguete Space Launch System (SLS) e o sistemas terrestres no Kennedy Space Center da agência na Flórida”, diz uma parte do comunicado feito na terça-feira (30). 

A decolagem irá ocorrer do Centro Espacial Kennedy em Cabo Canaveral, na Flórida. 

- Anúncios -

Ainda conforme a agência espacial, a missão Artemis I precisou ser adiada devido a um problema de resfriamento nos motores RS-25 do foguete. 

 “As equipes não conseguiram resfriar os quatro motores RS-25 para aproximadamente menos 420 graus F, com o motor 3 apresentando temperaturas mais altas do que os outros motores”, explicou a Nasa. 

Os cientistas da Nasa identificaram que um vazamento de hidrogênio foi responsável pela falha e trabalham para que tudo esteja resolvido até o novo dia de lançamento. 

Missão Artemis I, da Nasa

Destaques sobre *** por e-mail

O projeto Artemis é o primeiro programa de volta à Lua, da Nasa, depois de 50 anos. O último foi o projeto Apollo, que ocorreu de 1961 a 1972 e teve como seu momento mais emblemático o pouso do homem no satélite natural da Terra em 20 de julho de 1969, na missão Apollo 17. 

A missão Artemis I enviará a capsula Orion (que fica posicionada na parte superior do foguete SLS) para o espaço, mas sem tripulação. Durante o teste, ela irá viajar por um período de seis semanas em torno da Lua e só então retornará para a Terra. O objetivo é descobrir se o veículo é seguro para que possa transportar humanos na próxima missão. 

Conforme a Nasa, um dos principais desafios da missão Artemis I está no fato de que a nave Orion irá viajar em uma velocidade de quase 40 mil km/h durante seu retorno para a atmosfera terrestre. O que irá submetê-la a uma temperatura que pode chegar a metade do calor do Sol. 

O próximo passo será a missão Artemis II, programada para 2024, que será tripulada, mas os astronautas não irão sair da nave. Somente se tudo correr bem nas duas primeiras missões, é que a partir de 2025, a Nasa irá lançar a fase III do programa: a missão Artemis III, que irá levar a primeira mulher e o primeiro homem negro ao solo lunar. 

- Anúncios -

Últimas Notícias de Hoje

- Anúncios -

Notícias Relacionadas

Brasil é o segundo país com o iPhone mais caro do mundo; veja ranking!

De acordo com uma pesquisa feita pelo Nukeni, portal que faz um levantamento do preço de cada modelo de iPhone no mundo, o país...

Imagem do telescópio James Webb é usada para ataque malware

Hackers estão usando uma imagem registrada pelo telescópio James Webb para espalhar um malware, um tipo de programa criado para causar danos a um...

James Webb captura detalhes impressionantes da ‘Galáxia Fantasma’

Mais uma vez o James Webb proporcionou aos seres humanos a possibilidade de ver o universo como nunca havia sido observado anteriormente. Seu novo...

Rochas encontradas em Marte podem indicar existência de vida no planeta

Rochas encontradas recentemente em uma caverna de Marte poderão ajudar os cientistas a entender se o planeta já abrigou vida há bilhões de anos....
×
×
App O Trabalhador
Baixe o App Jornal Social
⭐⭐⭐⭐⭐ Google Play - Grátis